(21) 3410-7600     (21) 97047-0135

BUSCA POR REFERÊNCIA
BUSCA LIVRE

Um olhar para o mercado imobiliário e os reflexos na locação e administração de imóveis

A moradia ou, melhor seria, a propriedade imobiliária como um todo, traduz um dos maiores anseios instalados na cultura humana, ao menos até então! “Quem casa quer casa”! “Minha casa minha vida”! Esses são alguns ditos que se tornaram populares e estampam a conotação da necessidade e do “desejo” pelo bem imóvel.

Em histórico recente, entre 2009 e 2013, experimentamos crescimento vertiginoso do mercado imobiliário. Houve conjugação de fatores, tais como, credito farto, demanda reprimida de outrora, taxas de juros menos proibitivas, altos índices de emprego e renda, aproximação de olimpíadas, Copa e, ainda, naquele período, obras de mobilidade urbana e expectativa de êxito na Política de Segurança Pública, notadamente, no Rio de Janeiro, fizeram como que o Mercado Imobiliário vivesse seu apogeu.

Todavia, rápido como um flash, de modo mais agudo desde o final de 2013, o vento mudou, o cenário macro Político, Econômico e Social em muito piorou e, com efeito, o Mercado Imobiliário está estagnado, com viés de redução de preço; o credito imobiliário modifica suas regras em curtos espaços de tempo, por vezes, com aparência de melhoria, no entanto, é tanta instabilidade, que não se sabe até quando as regras serão mantidas;  desemprego elevadíssimo, faz com que, ainda que a taxa de juros seja menos proibitiva, sem emprego e renda, não haverá encorajamento para apontar retomada do crescimento nas vendas; demais disso, a curtíssimo prazo, incerteza da política econômica, até pelo pleito de eleição que se aproxima, firmam a triste percepção que 2018 consolidar-se-á como mais um ano de resultados indesejáveis e apontando para um horizonte de lenta retomada.

O fato é que, no momento atual, existem vários motivos para que os pretensos adquirentes de imóveis venham adiar a decisão de compra, entretanto, morar não é possível adiar!

Com efeito, acreditamos que o mercado imobiliário no seguimento de locação de imóvel deverá estar movimentado. É bem verdade que, por conta da quantidade de ofertas, o valor do aluguel manter-se-á contido, possibilitando aos locatários em curso, suave tentativa em manter o valor do aluguel adequando ao momento de estabilização de preço.

Merece registro que, não devemos perder de vista, uma tendência a ver, qual seja, por conta do dinamismo e da rápida mobilidade que o Contexto de Mundo atual nos impõe, acreditamos em um certo direcionamento das gerações futuras, em uma ambiência na qual, “a minha casa deixará de ser a minha vida”, ou seja, outros pontos de interesse serão priorizados, tais como, qualidade de vida, mobilidade urbana, busca por melhor formação profissional e emprego, tendem fomentar um fenômeno do desapega do bem imóvel no status de proprietário, pelo que, gerações por virem adiarão a decisão de compra, satisfazendo a moradia através da locação, em uma observação positiva do aluguel frente a compra pela percepção da mobilidade facilitada pela locação, com efeito boas perspectiva para o setor, cabendo no entanto, aos profissionais desta área, acompanhar os novos tempos de flexibilização de garantias, dinamismo, rapidez, versatilidades e informatização nos processos de locação.   

Alertamos que o Instituto da Locação do Imóvel Urbano possui legislação própria e com grande repercussão pratica, ou seja, estamos nos referindo a Lei 8.245 de 1991, a qual, dentre tantas outras regulações cuida da locação residencial, temporada e até mesmo locação não residencial (comercial), um verdadeiro “Código de Locações” e, que, suas normas cuidam desde direitos e deveres do locador e locatário, garantias locatícias, prazo contratual, clausulas de reajuste, benfeitorias, Ações Judiciais que envolvem o universo da locação e tantas outras regulações pertinentes.

Nossa recomendação é que, locador e locatário, independente da modalidade da locação, procure informações e assessoramento por profissionais que estejam cada vez mais bem preparados neste nicho de mercado que promete estar em desenvolvimento continuo.

Wilson Martins

Advogado, Pós-Graduado Direito Imobiliário, Diretor da Wmartins Gestão Imobiliária, Corretor de Imóveis, Diretor Presidente da Bolsa de Imóveis da Barra da Tijuca, Professor da Pós-Graduação e da Graduação em Direito da Universidade Candido Mendes, Universidade CRECI/RJ e NUFEI (Núcleo de Formação e Excelência Imobiliária da Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis – ABADI)

IMÓVEL DA MINHA REDE
SIMULE SEU FINANCIAMENTO
FORMULÁRIOS PARA LOCAÇÃO
BLOG DE NOTÍCIAS